Casa d'Arte realiza encontro de vimarenses com Boi de Guimarães em Raposa (MA)

Um dos grandes expoentes do bumba-meu-boi de zabumba se apresenta na quinta, 27


Pelo segundo ano consecutivo, o Bumba-meu-boi de Guimarães se apresentará no Casa d’Arte Centro de Cultura. A apresentação, que faz parte do Projeto NO CAMINHO DO FAROL e das comemorações dos 5 ANOS do espaço, acontecerá no próximo dia 27 DE JUNHO ÀS 20H, durante a temporada de brincadeiras, na capital.


Em 2018, a apresentação do Boi, no Casa d’Arte reuniu diversos VIMARENSES (nome que é dado a pessoa nascida na cidade de Guimarães), com a finalidade de fortalecer a brincadeira, que teve poucos convites para brincar na capital, e que através de uma campanha colaborativa conseguiu arrecadar fundos para a permanência do grupo, na ilha.


Este ano a campanha continua, para que o Boi possa alegrar, mais e mais arraiais da grande Ilha. E o encontro no Casa d’Arte, neste ano, já deve virar tradição de encontro de admiradores da região e daquele Sotaque de Zabumba. Você pode saber mais clicando aqui.


Então, junte “seu bando”, seus amigos e quem mais quiser e simbora brincar como uma grande família, neste grande encontro!


Sobre o Boi de Guimarães


O Bumba-meu-boi de Guimarães, que é um dos grandes expoentes do sotaque de zabumba (existe há pelo menos três gerações), é procedente do Quilombo de Damásio, localizado na zona rural da cidade de Guimarães, interior do Maranhão.

Brincadeira que se praticava há séculos na região da baixada maranhense, o Boi de Guimarães foi institucionalizado no ano de 1971 por Marcelino Azevedo reconhecido pelo Ministério da Cultura como um dos grades Mestres da Cultura Popular Brasileira. 

Atualmente, o grupo é formado por aproximadamente 100 brincantes da comunidade e mantém a tradição de apresentar sua arte todos os anos na capital maranhense, São Luís.


Sobre o Casa d'Arte Centro de Cultura


O centro cultural está com a exposição URBAN SKETCHERS SLZ aberta, realizada pelo coletivo de mesmo nome. Há sete anos desenhando por toda a ilha de São Luis, o coletivo tem como atelier a própria rua, documentando paisagens e interagindo com as pessoas e o ambiente que as cercam. Nesta exposição, desembarcaram nas areias e manguezais de Raposa para desenhar a cidade. Participam desta mostra: Jailton Nogueira, Regina Borba, Társis Aires e Vytto Rodriguez.


Além disso, a nossa COZINHA GUARÁ, cozinha experimental aberta às possibilidades criativas do nosso fazer culinário em bases sustentáveis, estará funcionando com comidinhas criativas inspiradas nos festejos juninos. Uma oportunidade para se surpreender e celebrar as inovações, sem deixar de lado o paladar afetivo.




Serviço

DIA 27 de junho a partir das 19h

ENTRADA FRANCA – Contribuição voluntária (contribua com o que quiser ou puder).

Local: Casa d´Arte Centro de Cultura. Rua do Farol do Araçagy, nº 09 – Raposa / MA

(Rua em frente à clínica Ruy Palhano).


Mais informações: www.casadarte.art.br/boi-de-guimaraes

  • @casadartecult
  • @casadartecult
  • IMA - Instituto Maranhão Sustentável

Rua do Farol, Nº 9 - Alto do Farol

Estrada de Raposa, MA 65.138-000

casadarte1@gmail.com

(98) 99974-9366 | (98) 99615-9366